13 de agosto de 2007

Case O Tio da Sukita

Mais uma vez em Nosso quadro "Relembrar é Viver" trago um Case de Marketing que obteve muito sucesso no ano de 2000.
Confira Vía Revista Publicitta:

O tio e a Sukita

O lançamento de Fanta, pela Coca-Cola, no pós-guerra, pôs nas prateleiras do varejo e nas geladeiras de bares e restaurantes, que os fabricantes chamam de ponto de dose, os refrigerantes de sabor laranja, com forte e mais doces, que faziam a alegria de crianças num tempo em que os gaseificados não enfrentavam restrições da área de saúde, como hoje, especialmente quando a obesidade se tornou um problema em vários países incluindo o Brasil. Ainda assim, o País é o melhor mercado global para Fanta.

E foi a força desse tipo de refrigerante que levou a Brahma a lançar em 1976, a marca Sukita na embalagem retornável de 290ml. O objetivo era o de satisfazer as preferências do público infanto-juvenil, apreciador de bebidas com coloração forte e sabor mais adocicado. Em ritmo de crescimento, em 1988 foi lançada a embalagem descartável de 250ml e, no ano seguinte, a embalagem plástica descartável PET de 1 litro. Sempre pensando em atender às expectativas dos consumidores, em 1996, a lata de Sukita teve seu visual modificado e foi lançada também a embalagem PET 2 litros.

Em 1999, a marca chegou ao mercado nacional de roupa nova, um visual diferenciado e moderno direcionado ao público jovem. O novo layout fazia parte da estratégia global da AmBev no reposicionamento da marca após a fusão com a Antarctica, que era dona do Pop Laranja. Sukita então voltou à mídia, apostando no bom humor, com a campanha do “Tio” e o slogan “Quem bebe Sukita não engole qualquer coisa”.

Neste mesmo ano foi lançada a versão Light do refrigerante com o slogan “O melhor da laranja para quem não engole qualquer light”. A marca ingressou em 2000 comemorando o sucesso publicitário alcançado em 1999 e invadiu as praias do litoral paulista com promoções diferenciadas. Durante todo o verão, uma equipe de promotores, uniformizados com o logotipo da Sukita e em carro personalizado, realizou blitz nos pontos mais badalados da cidade, abordando o público, ao vivo, pelas rádios locais participantes da promoção.

Em maio, a marca voltou à cena com um novo filme muito divertido, estrelado pelo casal mais popular da publicidade: o “tio” (Roberto Arduim) e sua vizinha adolescente (Michelly Machri). Em setembro, a embalagem da Sukita ganhou novo design e as latas de 350ml chegaram ao mercado mais laranjas do que nunca, com logomarca nas cores verde e branco e uma laranja estilizada. A campanha do "tio Sukita", criada pela agência de publicidade Carillo, Pastore, fez tanto sucesso que está até hoje na memória de muitos. O refrigerante, que não é o principal da carteira da AmBev, que tem o Guaraná Antarctica e acordo com a Pepsi, ainda, neste ano de 2007, se beneficia da memória que o consumidor tem da bem humorada campanha do tio.
É outro caso de marketing onde uma bem estruturada e divertida campanha publicitária foi capaz de dar vida e mídia a um produto ainda sem posição das mais definidas de mercado.





2 comentários:

  1. Eu adorava as propagandas!!!
    E pegou muito: tio, aperta o 21!!!
    hehehehe

    Bjokass

    ResponderExcluir
  2. Anônimo5:36 PM

    voce e demais estou orgulhoso e feliz por voce ser tao competente. te amo bjs........

    ResponderExcluir