14 de abril de 2008

Propaganda de Cerveja, proibir ou não ?


A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) entra em mídia a partir deste final de semana com um campanha contra o movimento de proibição de publicidade de cervejas e bebidas alcoólicas no País, organizada pelo 'Aliança Cidadã pelo Controle do Álcool', articulação de entidades da sociedade civil formada pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade Federal de São Paulo (Uniad - EPM/Unifesp) e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). Criada pela F/Nazca, ela será veiculada em TV, rádio e mídia impressa.

Via Meio & Mensagem

2 comentários:

  1. Oi Helena... Querem proibir tudo, isso me lembra na época em que proibiram a propaganda de cigarros...
    bjus

    ResponderExcluir
  2. Assim como foi com o cigarro, nada mais justo que seja com produtos alcoolicos em geral, no caso a cerveja.Desde sempre as drogas chamadas licitas, nunca poderiam ter publicidade de nenhum tipo, se parte pelo pricipio de que é droga mesmo sendo licita simplesmente pelo fato de gerar divisas fiscais,poderiamos abrir um precedente para as demais drogas e por fim legalizar cada uma delas, nao importa se cocaina,heroina, anfetaminas e maconha.Se valeu para o cigarro e continua valendo para o alcool o certo é nivelar por ai,e ao ligar a tv poderiamos ver diversos rapazes e moças da nova geração como garotos propaganda e nao mais traficantes.Compre nossa cocaina, mais branquinha e fina!Fuma nossa maconha prensada com qualidade...e assim vai a devassidão.
    Tudo que faz algum tipo de mal a sociedade em geral, especialmente a saude nao devia ter nenhum tipo de apoio nem do governo e nem iniciativa privada,ai vale contra a publicidade de estimula a automedicação (antitermicos,analgesicos,emagrecedores etc),a publicade de combustiveis que estimulaseu uso e assim aumentando cada vez mais os poluentes.
    Consumidor nao deve ser tratado como boneco que precise de dar corda para consumir.Se ele quer beber e fumar que vá por sua conta sem nenhum tipo de assedio, mesmo com as restriçoes ja vigentes na publicidade de cerveja, eu vejo como algo extremamente de mal gosto e apelativo, um assedio para se consumir alcool...nem se o produto me deixasse bebado e nao fizesse mal a saude em geral ainda assim seria errado.Sempre faltou bom senso de todas as partes!

    ResponderExcluir